LILICA, LOMBRIGA

Luiza Porto

 

Nasceu feinha, com cara de lagarta

de tão branquinha.

Seus cabelos clarinhos pareciam paina macia,

sua mãe dizia que ela havia sido trocada na

maternidade, pois sua irmã mais velha,

era morena e bonita.

E assim, Lilica esse é seu nome, foi crescendo,

quando tinha um ano, seus olhinhos cor de mel,

já mostravam que ela era especial, tinha um olhar

de luz e amor.

João seu pai, começou a ensinar coisas da vida,

como era o mundo, que tudo devia ser preservado,

e ela aprendendo todas as lições.

Aos seis anos, quando começou na escola, tudo que

aprendia era pouco, ela precisava sempre de saber mais,

então os livros, passaram a ser seus companheiros

constantes.

Lia tudo, até os livros que não entendia.

Tudo sendo armazenado em sua infantil cabecinha,

agora com cabelos longos e escorridos.

Ela não percebia que estava ficando bonita,

vivia feliz com sua família e amigos,

seu  carinho escapava de suas mãos,

como dádivas doadas.

Assim foi crescendo Lilica, sempre lendo muito,

foi preparando seu caminho cheio de luz.

Lilica ficou adulta, linda, loira,

mas o que mais chamava atenção,

era a sua bondade, dividida sempre com todos.

Então a lombriga tão feinha, virou uma linda borboleta,

a voar no mundo, tentando levar seu aprendizado

e espalhando a paz.

Luiza Porto

 

 

 

 

Créditos:

Tutorial: Vanda Gigo

Tube: Nikita

Scrap: An Angel's Pain


Arte e Formatação: Vanda Gigo

Um abraço carinhoso!

http://gruposentimentoseartes.feelingsarts.com.br/amigosinflashindex2.htm