SEMPRE ALERTA

 

O primeiro acampamento escoteiro ocorreu em 1907, na Inglaterra, realizado pelo general inglês Robert Stephenson Smyth Baden-Powell, com um grupo de vinte rapazes. Nascia, assim, o escotismo, com o objetivo de desenvolver nos jovens qualidades como: firmeza de caráter, autoconfiança, espírito comunitário, valorização da ética nas relações entre as pessoas e as atividades em equipe.

23 de abril Baden-powell escreveu e ilustrou o primeiro manual do escoteiro, o Escotismo para rapazes.

O símbolo escolhido, a flor-de-lis, já havia sido usado em seu regimento militar, quando lutou na África do Sul, em 1887, e na guerra de 1899. Até 1910, o escotismo era destinado apenas aos rapazes, porém, nessa época, surgiu a organização das bandeirantes, destinada às moças.

O sucesso do escotismo espalhou-se por todo o mundo, atraindo milhares de jovens. As estimativas mais recentes contam cerca de dez milhões de escoteiros, espalhados por mais de cem países.
O escotismo chegou ao Brasil em 1910. Em 4/11/1924, foi fundada a União dos Escoteiros do Brasil.

 

A hierarquia dos escoteiros respeita a faixa etária de seus membros. Os meninos de 7 a 11 anos de idade pertencem à categoria dos lobinhos. Os de 11 a 15 anos tornam-se escoteiros. A partir dos 16 anos, passam a ser seniores, responsáveis pelo ensino e pela guia dos iniciantes.

Ao serem admitidos, todos os escoteiros se comprometem a seguir os regulamentos da organização. Assim, recebem o uniforme e os ensinamentos práticos previstos no manual de Baden-Powell. Além da formação moral e cívica, o escoteiro aprende atividades práticas como: armar acampamentos, orientar-se pela bússola, fazer vários tipos de nós e prestar primeiros socorros.
Seu lema "Sempre alerta" traduz o espírito do escoteiro de estar atento às necessidades do próximo e pronto para a boa ação diária.

O escoteiro é o que podemos chamar de cidadão exemplar. Honrado, leal, útil, amigo, cortês, bondoso, obediente, alegre, econômico e limpo. Um de seus lemas é "estar sempre alerta para ajudar o próximo e praticar diariamente uma boa ação". Parece um mote que deveria se estender a toda a sociedade, não é?

Jovens que prezam a Natureza e as atividades ao ar livre como exercícios, excursões e acampamentos, têm como finalidade serem sadios para desenvolver noções de dever com a Pátria e para com o próximo.

A partir do momento em que ingressa no movimento escoteiro, o jovem integra uma equipe ou patrulha, quando então desenvolverá a capacidade de trabalhar em grupo e para o bem do grupo.

Quando entra no movimento escoteiro, o jovem deve fazer a seguinte promessa diante do grupo: "Prometo pela minha honra fazer o melhor possível para cumprir meus deveres para com Deus e minha Pátria;ajudar o próximo em toda e qualquer ocasião; e obedecer a Lei Escoteira." Após a promessa escoteira, o jovem passa a usar distintivos, uniforme e o lenço de seu grupo.

A Lei Escoteira é a seguinte:
"O Escoteiro tem uma só palavra; sua honra vale mais que sua própria vida.
O Escoteiro é leal.
O Escoteiro está sempre alerta para ajudar o próximo e pratica diariamente uma boa ação.
O Escoteiro é amigo de todos e irmão dos demais escoteiros.
O Escoteiro é cortês.
O Escoteiro é bom para os animais e as plantas.
O Escoteiro é obediente e disciplinado.
O Escoteiro é alegre e sorri nas dificuldades.
O Escoteiro é econômico e respeita o bem alheio.
O Escoteiro é limpo de corpo e alma."
 
 SITE -  ALMA DE EDUCADOR  - Google.