Bolinhas de Sabão
de Rose Arouck
 
Pruf... Pruf...Pruf
Sopro o canudinho e procuro a direção.
Lá vão as bolinhas coloridas
sempre brilhando nos ares exibidas
as bolinhas... minhas bolinhas de sabão.
 
A água no copo fica ensaboada;
eu sento distraída na calçada
curtindo aquela linda brincadeira...
Uma bolinha reflete a minha cara de contentamento.
Quero gravar na memória esse momento
e espalhar minha alegria pelo chão.
 
Pruf...Pruf...Pruf
Agora fiz uma bola enooooorme;
ela tremula e rodopiando, rodopiando, sobe,
vai mostrando seu redondo desajeitado,
ante meus olhos que marejam quando Vêem
ela num pluft! terminar tudo de vez
diluindo sonhos de um dia iluminado...
 
Pruf...Pruf..Pruf..
Acabou a água, só restou o sabão,
que como um fragmento singelo da ilusão,
  ficou em mim grudado.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

 

VOLTAR