NÃO É PECADO SONHAR

PLANTAÇÃO DE QUIMERAS

Um miniconto


Pedras imensas formavam uma barreira para que eu adentrasse na estrada do sonho.
Tentei subir, fazer delas trampolim, mas, pouco habilidosa, escorregava e voltava ao ponto inicial. Subi numa árvore, pendurei-me num galho e tomei impulso. Ele se quebrou, caí sobre as pedras, ralei braços e joelhos.
Uma águia, a tudo observava.Ofereceu-me seu dorso e fiz dela o meu pégaso. Alcancei as alturas do azul infinito.Que maravilhosa sensação de liberdade! De repente, o céu enegreceu e a tempestade não demorou. Numa só guinada, a ave perpassou as nuvens e plainou sobre elas. Depois, continuou voando na vertical. O mais curioso: eu não precisava de ar atmosférico, mas sentia no espaço um suave aroma de rosas.
A águia deixou-me no solo de uma estrela azul , sem brilho, não visível para os terrestres. Chão transparente feito água, porém sólido. Caminhei quilômetros sobre ele. Meus pés não se ressentiam...o cansaço não vinha ; eu queria mais... nada de remanso.
Cheguei a uma montanha feita de nuvens de algodão. Escalei-a, deitei, rolei sobre ela. Que maravilhosa sensação! Alcancei uma das cinco pontas da estrela...olhei para baixo, tive medo. Só via nuvens correndo, numa estranha cavalgada, como corcéis brancos.
Aparentemente, a estrela era deserta. Nem plantas, nem animais, nem gente; mas eu não sentia solidão. Eu me bastava naquele lugar. Contemplava o nada extasiada.
Caminhando mais um pouco, cheguei a uma vasta planície. Creio que era bem no centro da estrela. Era um chão de terrinha muito branca, parecia açúcar.Surpresa, deparei com extensa plantação das minhas quimeras, de sonhos desfeitos na Terra. Ali, encontraram solo fértil e resplandesciam em beleza. O impossível não existia. Todos os meus "irreais”, bem materializados, frente a um horizonte sem mácula...alvacento.
Uma porta bate, ao sabor do vento. Acordo assustada. Um torpor...abro os olhos lentamente. Alvos lençóis. Percebo algo preso nas unhas...(terrinha branca como açúcar, talvez.)
Concluí que fiz uma incrível viagem, não ao espaço, mas à minha alma. Era um espaço sem brilho, alvo...mas agradável. Eu até queria ficar por lá! Que importa a solidão e o vazio, se nosso interior tem paisagens bonitas, ainda que feitas de nada, sem colorido, desbotadas. Tudo depende da maneira de ver e sentir as coisas...de interagirmos com elas.
Por mais tristes que estejamos, trazemos nas mãos as sementes. Podemos escrever versos, viajar nas asas da poesia...alegrar quem ousar nos ler...sair por aí plantando quimeras.

***************

Como descreverias a parte abaixo da tua superfície, que outros não enxergam? Tem raízes que precisam ser arrancadas? Tem alguma dor desconhecida, que dificulta a sociabilidade, que te isola , que te impede de sonhar?
Se muitas coisas na vida te alegram, mas não causam mudanças, impedem teu crescimento espiritual, possivelmente precisas prestar mais atenção e olhar para dentro de teu coração.
Nossos corações são extremamente enganosos. Se for sério, procure a ajuda de outra pessoa. Alguém com experiência e maturidade, na área de discernimento e tratamento, pode te ajudar a sondar teu íntimo e tratar os problemas escondidos. Melhor ainda se também houver um grupo pequeno, que se comprometa a caminhar junto nessa jornada. Poucos problemas sérios, com raízes profundas, podem ser resolvidos rapidamente.
A verdade é que fomos educados a reprimir o que sentimos, ouvindo por muitos anos que não devemos chorar, ser fracos ou expressar emoções. Quando nos deparamos com nossas necessidades emocionais, sequer sabemos como identificá-las e como supri-las. Temos até medo de sonhar, de viajar nas asas da fantasia! Mas o que é a literatura senão uma viagem sem sair do lugar?

***************

O autoconhecimento é amplo e complexo, requer muito diálogo interno para identificar nossas crenças, as máscaras que usamos como proteção, nossas luzes e nossas sombras. O verdadeiro eu, aquilo que somos, é a nossa essência e é sempre melhor do que imaginamos.
É uma grande aventura viajar para dentro de nós mesmos, perscrutar nossos desejos, pois quanto mais descobrimos, mais temos a descobrir e poderemos atingir aquele estágio de paz e harmonia que tanto ansiamos.
Agasalhamos dentro de nós, muitas vezes, sonhos que são verdadeiras quimeras. Mas quem disse que é pecado sonhar? A vida de José, do Egito, é um bom exemplo. Quando Deus coloca no nosso coração um sonho, aqueles que mais têm que acreditar neles somos nós. José foi mais que sonhador. Foi um concretizador de sonhos.
Muitos, ao sonhar, não acreditam que será possível, pelo tamanho do sonho, e logo desistem. São sonhos que não passam do papel. Outros sonham, mas no meio do caminho, por enfrentar adversidades, como críticas, por exemplo, cansam-se e também desistem. Há os que seguem em frente, mas não estabelecem metas para que os tais sonhos se realizem.É como andar em círculos.
Um sonho é gerado, um caminho tem que ser trilhado, precisamos acreditar. José decidiu prosseguir e Deus o fez conquistar tudo o que tinha sonhado. Ele foi humilhado, criticado, viu-se em meio a ciladas, foi preso, odiado pelos irmãos, vendido como escravo no Egito,mas nunca perdeu o seu foco. Eis um sonhador de êxito!
Permaneceu firme com Deus...e Deus mudou o seu cativeiro e lhe fez revelações profundas. Deus usa nossos dons para abençoar as pessoas. Se você quer ser um músico, precisa aperfeiçoar esse dom estudando. Ser um empresário requer busca de conhecimento. O talento que Deus dá, não pode ser enterrado, mas multiplicado.
José foi esquecido na prisão. Muitas vezes somos esquecidos por pessoas; nunca por Deus.Precisamos parar de murmurar e esperar o tempo certo, o tempo de Deus.
Às vezes, passamos por muitas situações embaraçosas porque o nosso interior está sendo lapidado, transformado, para que, no momento certo, possamos assumir o Sonho Realizado, exatamente como Deus quer e não exatamente como queremos, porque ELE quer nos levar a lugares maiores. Para isso, precisamos de uma estrutura maior, em todos os âmbitos: sentimental, emocional, espiritual e psicológico.
Persigamos o que julgamos quimera! Comecemos estabelecendo prioridades. Sejamos íntimos do Senhor. Que saibamos ouvir a sua voz. Deixemos que ELE nos guie.

“ Tive outro sonho, o sol, a lua e onze estrelas se prostraram diante de mim...” Gênesis 37.9


***************


NÃO É PECADO SONHAR

Quem não tem um pouquinho
de José, do Egito?
Como ele, somos eternos sonhadores!
Sonhos e realidades
entrelaçam-se na mente...

Lúcidos ou adormecidos,
vivemos sonhando...
sonhos leves...
sonhos tristes...
e até pesadelos...
Um bom sonho
vale anos de realidade

O sonho é terapêutico
É bom viver flutuando
entre realidade e fantasia
A evasão pode ser
necessidade psicológica
Seriedade constante
não faz bem a ninguém.

O homem não é só profundidade...
Ele tem a superficialidade da criança...
Onde há sonho,
nem tudo está perdido,
pois há também esperança...

Sonhos se despetalam
Mas a esperança fica
Sonhando,
tenho tudo que quero comprar:
o sol... a lua... estrelas...
e por pensamentos e sonhos
Não precisamos pagar...

 

 

 

Voltar