POEMA DE AMOR GRAMATICAL
 
Maria José Tauil
 
Proibido amar?
Por ser forma nominal de verbo
não tem noção de tempo
e nem noção de modo...
É particípio generalizado
Mesmo assim,
acho que estou te amando
e o gerúndio reduz
a minha oração,
mas não a minha paixão
de fragílimo coração
E usando o superlativo
em busca de adjetivo
que possa te definir
para todo o mundo ouvir
dos sentimentos abstratos
dos gestos concretos
dos prazeres primitivos
e sonhos derivados...
Sem o uso da preposição
para estabelecer a relação
ou mesmo o advérbio
para expressar
as circunstâncias de tempo
pego qualquer conjunção
para relacionar
as palavras que dissemos,
mas só aquelas
com mesma função...
Usarei como argumento
os verbos irregulares,
defectivos,
ou até mesmo abundantes
e, sem os possessivos
"teu" e "meu"
no final só restarão
dois pronomes pessoais:
"tu e eu"
 
 
Maria José Zanini Tauil
 
 

 

 

 

VOLTAR